Quando um síndico resolve levar serviços de segurança eletrônica para o condomínio diversos são os motivos que o levaram a tomar essa decisão. Em geral, o aumento de segurança e a economia proporcionadas por esses equipamentos são as principais razões da escolha. Com serviços de portaria remota e videomonitoramento menos funcionários são exigidos para cuidar da portaria e ladrões também acabam se sentindo inibidos com o aparato. Mas a dúvida que ronda os condôminos é: e em casos de queda de energia? Como fica a segurança do condomínio?

Sabemos que as tecnologias, em sua maioria das vezes, é muito dependente da energia elétrica. Por isso, ao contratar uma empresa de segurança eletrônica certifique-se que ela pode também fornecer um grupo gerador para garantir que o sistema instalado não falhe. Além disso, os geradores de energia também são essenciais para que elevadores e lâmpadas de áreas comuns continuem funcionando.

A Segzoom além de oferecer serviços área de segurança eletrônica, também disponibiliza grupo gerador para condomínios residenciais. Assim, os elevadores, os equipamentos da Segzoom e as áreas comuns continuam recebendo energia. O preço pago pela utilização do grupo gerador pode ser atrelado junto a parcela paga pelo serviço de segurança. E o mais interessante: depois de cinco anos, o grupo gerador se torna patrimônio do condomínio. Diversos condomínios, em Goiânia, já contam com esse diferencial proporcionado pela Segzoom.

Deixe um Comentário