O conceito de portaria remota é de um atendimento que é efetuado à distância. O “porteiro” fica em uma central de atendimento e o processo de liberação e autorização de acesso — com o visitante e com o responsável pela autorização de sua entrada — é feito por meio de funcionalidades de um software de controle de acesso. Em outras palavras, quem entra não percebe a diferença entre ter ou não ter um porteiro fisicamente disponível para conceder o acesso.

Os condomínios que desejam experimentar essa solução podem solicitar uma visita técnica para diagnosticar as oportunidades de migrar para o sistema de portaria remota. Na prática, pelo menos 3 benefícios da portaria remota Segzoom.

O primeiro é que a portaria remota Segzoom proporciona a redução de despesas do condomínio — afinal, a Central consegue administrar várias portarias de uma só vez. Ou seja, a folha de pagamento do porteiro é eliminada ou reduzida, pois não é necessário que seu serviço seja de forma integral. Além disso, o condomínio diminui a possibilidade de passivo trabalhista, reduzindo a participação de mão de obra na operação da portaria. Essa diminuição de gastos mensais permite que o próprio condomínio invista em sistemas eficientes de segurança em pontos vulneráveis do local.

O segundo benefício chave é que informações como fluxo de carros, pessoas presentes no condomínio e horário de entrada e saída de empregados domésticos podem ser solicitadas à Central, que providenciará um relatório com todas as informações necessárias.

Além disso, a portaria remota agrega mais segurança ao condomínio, pois elimina a rendição da portaria por bandidos armados. Quando um condomínio é invadido, o primeiro objetivo do criminoso é render e controlar a portaria. Com o sistema de portaria virtual isso não ocorre, já que os profissionais ficam em uma Central remota devidamente protegida.

 

Deixe um Comentário